Trump reconhecerá Jerusalém como capital de Israel e decisão causa preocupação

Trump reconhecerá Jerusalém como capital de Israel e decisão causa preocupação

Papa Francisco manifestou sua preocupação e pediu para que o status de Jerusalém seja respeitado. A voz do papa faz eco a de outros líderes est

Leia tudo

Papa Francisco manifestou sua preocupação e pediu para que o status de Jerusalém seja respeitado. A voz do papa faz eco a de outros líderes estrangeiros


EUA - O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reconhecerá, nesta quarta-feira, Jerusalém como a capital de Israel, ignorando décadas de uma diplomacia cautelosa de Washington sobre este tema sensível para o Oriente Médio e as advertências de líderes regionais, informou um funcionário americano. A decisão do presidente será anunciada às 16h (horário de Braísilia).

O presidente também determinará que se prepare a transferência da embaixada dos Estados Unidos de Tel-Aviv para Jerusalém, mas este movimento poderá exigir "vários anos", informou o funcionário, que pediu para não ser identificado, completando que não estabelecerá agora um calendário para a mudança da sede diplomática.

Para a ONU, o futuro status de Jerusalém deve ser objeto de negociações. O secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, afirmou em diversas oportunidades que "devemos ser muio prudentes com o que fazemos".


O Reino Unido também manifestou sua preocupação em relação a intensão do presidente americano. O ministro britânico das Relações Exteriores, Boris Johnson, declarou que não há a intenção de transferir a embaixada e que "Jerusalém deveria, evidentemente, ser parte de uma solução definitiva dos conflitos entre israelenses e palestinos.

A decisão de Donald Trump também foi condenada pela Síria que foi classificada como "perigosa" pelo Ministério das Relações Exteriores

Trump reconhecerá Jerusalém como capital de Israel e decisão causa preocupação

Posts Relacionados

.