Tribunal condena operadora de telefonia por chamar cliente de ‘fraudador’ na fatura

Tribunal condena operadora de telefonia por chamar cliente de ‘fraudador’ na fatura

Consumidor receberá R$ 15 mil por danos morais, decidiram os desembargadores da 12.ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de Justiça de São Pau

Leia tudo

Consumidor receberá R$ 15 mil por danos
morais, decidiram os desembargadores da 12.ª Câmara de Direito Privado
do Tribunal de Justiça de São Paulo

Os desembargadores da 12.ª Câmara de Direito Privado do Tribunal de
Justiça de São Paulo mantiveram sentença do juiz Thiago Elias Massad, da
2.ª Vara Cível de Mauá (Grande São Paulo), que condenou a Telefônica
Brasil S/A a indenizar cliente que recebeu fatura com termo pejorativo. A
indenização foi fixada em R$ 15 mil a título de danos morais.

As informações foram divulgadas no site do TJ – Apelação nº 1003125-26.2016.8.26.0348


Segundo o
processo, o cliente recebeu uma fatura de consumo do plano de telefonia
móvel com a expressão ‘fraudador’ antes de seu nome, o que, segundo
alegou em juízo, lhe causou constrangimentos.