'Foi o melhor Carnaval da história da Tuiuti', diz presidente da escola de São Cristóvão

'Foi o melhor Carnaval da história da Tuiuti', diz presidente da escola de São Cristóvão

O presidente da Paraíso da Tuiuti, Renato Thor, afirmou, após o fim da passagem da escola pela Marquês de Sapucaí, que "esse foi o melhor Carnaval da história da Tuiuti". A escola passou pela avenida

Leia tudo

O presidente da Paraíso da Tuiuti, Renato Thor, afirmou, após o fim da passagem da escola pela Marquês de Sapucaí, que "esse foi o melhor Carnaval da história da Tuiuti". A escola passou pela avenida repleta de sátiras e referências a temas polêmicos.— Esse foi o melhor carnaval da história da Tuiuti. Foi o carnaval da superação, depois de tudo que aconteceu no ano passado. Estamos buscando traçar o mesmo caminho das grandes escolas. Elas erraram no passado também. Nós demos a volta por cima —, disse o presidente.No aniversário de 130 anos da Lei Áurea, a Azul e Amarelo questionou se a escravidão foi, de fato, extinta no Brasil. A pergunta norteará a apresentação, que começará pela exploração dos negros trazidos da África no passado, até terminar tratando da atual precarização do trabalho. É nesse contexto que o momento político do país será levado para a Sapucaí. Um dos carros terá uma referência ao presidente Michel Temer, representado como um vampiro.Após a passagem do último integrante da Tuiuti na Sapucaí, o carnavalesco da escola, Jack Vasconcelos, chegou emocionado na dispersão. Ele disse que o desfile desse ano foi pautado pela seriedade e entrega.— Foi um bom trabalho. Fizemos um trabalho sério. A gente se entregou e o reconhecimento veio — disse, se referindo à recepção do público, depois de um carnaval,o do ano passado, marcado pelo acidente com um carro alegórico que feriu 20 pessoas, sendo uma vítima morreu.A paraíso do Tuiuti, que teve problemas em um dos carros alegóricos no ano passado, veio com um abre-alas predominantemente dourado e que impressionou pelo tamanho.A parte final do desfile da Tuiuti contou com críticas sociais atuais, como à Reforma Trabalhista. A ala guerreiro da CLT representava os trabalhadores que estão tentando se proteger dos ataques à CLT. O destaque do carro era um vampiro usando uma faixa presidencial.No ano passado, a escola ficou na última colocação e só não caiu porque, por conta dos acidentes com carros alegóricos na agremiação e também na Unidos da Tijuca, não houve 'rebaixamento'. O acidente da escola de São Cristóvão deixou 20 feridos e matou a radialista Elizabeth Ferreira Jofre, conhecida como Niza Carioca, de de 55 anos.