A história de Spartacus, o gladiador rebelde!

A história de Spartacus, o gladiador rebelde!

Um escravo romano conseguiu um dos feitos mais improváveis, ele foi capaz de se revoltar e criar um exército que lutou bravamente contra Roma. Seu exército deu um trabalho imenso aos principais co

Leia tudo

Um escravo romano conseguiu um dos feitos mais improváveis, ele foi capaz de se revoltar e criar um exército que lutou bravamente contra Roma. Seu exército deu um trabalho imenso aos principais comandantes de Roma e chegou perto de engendrar o colapso político e econômico da Itália. Esse escravo era um ex-gladiador e seu nome era Spartacus.

A vida dos escravos em Roma

Os escravos eram muito numerosos no mundo romano. Eles trabalharam na casa de seus mestres ricos em troca de seus alimentos. Em Roma, cerca de oito em cada dez pessoas eram escravas. Os mestres que eram muito ricos possuíam entre 500 e 1000.

A histria de Spartacus o gladiador rebelde
Mosaico antigo retratando escravos romanos

Os cidadãos romanos tinham três nomes: praenomen, nomen e cognomen. Os escravos possuíam apenas cognomen. Alguns eram escravos porque seus pais já eram escravos. A maioria deles se tornou escravos após serem capturados como prisioneiros de guerra.

Na Roma era comum ter escravos negros provenientes da África, porque os romanos os tornaram prisioneiros durante as guerras de conquista. Como bens, eles foram vendidos na praça pública em leilão. Eles usavam um sinal ao redor do pescoço indicando seu país de origem, suas qualidades e suas qualificações.

A histria de Spartacus o gladiador rebelde
Escravos servindo ao seus senhores

Os escravos não eram considerados seres humanos, e é por isso que eles não tinham direitos, não tinham autoridade sobre seus filhos que pertenciam ao seu mestre, e eles não podiam se casar ou apelar para a justiça. O mestre tinha direito à vida ou à morte sobre seus escravos.

O papel do escravo era fazer o trabalho diário em uma casa de seu mestre e sua anfitriã, como cozinhar, ajudar a lavar, jardim, etc. Em geral, eles foram muito solicitados nos banquetes oferecidos pelo seu mestre, onde todos deveriam estar presentes. Mas alguns desses escravos tiveram um mais tortuoso e mortal tando o dever de lutar em uma arena, lutas que poderia trazer muito dinheiro para o seu mestre esses escravos eram conhecido como os gladiadores.

A histria de Spartacus o gladiador rebelde
Gladiador lutando contra um leopardo

Spartacus o gladiador rebelede

Spartacus era um Gladiador de origem traciana. Em Roma, os habitantes gostavam de ver as lutas na arena entre dois homens ou gladiadores lutando contra contra leões, às vezes também contra ursos. Revoltado em relação escravidão de que ele era uma das muitas vítimas, Spartacus levantou um exército de 150 mil escravos a rebelar-se contra Roma.

A histria de Spartacus o gladiador rebelde
Luta entre Gladiadores

Neste exército improvisado, os escravos tinham o papel de soldados e gladiadores chefes. A insurreição começou com Spartacus, Crixus e Oenomaus, que quebraram as portas da escola de Cádiz de Lentulus, ajudados por trinta companheiros.

Depois de ter reunido com relativa rapidez um exército cerca de dez mil homens da mesma condição. Cercados no monte Vesúvio pelo exército romano comandado por Clodius Glaber os rebeldes desceram por cordas improvisadas feitas de galhos através dos desfiladeiros da cratera da montanha até sua base. Isso permitiu que os rebeldes conseguissem investir contra os romanos obtendo uma grande vitória.

Os rebeldes também realizam várias vitórias contra o exército romano, bem como saques em certas cidades conquistadas entre elas Nole, Nucérie, Thurium e Métaponte. E quanto mais bem sucedidos eram os massacres contra os romanos mais os escravos se atreviam a se juntar ao exército.

A causa da morte de Spartacus não é bem conhecida. Alguns historiadores dizem que ao tentar fugir da Sicília em jangadas, ele teria morrido em combate como um verdadeiro herói. Mas outro fim mais trágico também é atribuído a ele. O exército espartano teria sido reprimido pelas forças superiores e o ex-gladiador teria terminado em uma cruz, cerca de cem anos antes da morte de Jesus Cristo, cujo castigo foi o mesmo.

Fonte: Sonapeca